Trabalho voluntário: por que fazer?

As pessoas me perguntam porque eu faço trabalho voluntário, mas na verdade o que elas querem saber é o que eu ganho com isso. Resolvi escrever para falar (um pouco) a respeito.

Nesta semana, participei em Brasília de uma reunião dos presidentes da Junior Achievement, instituição que lidero na Bahia e que no Brasil tem como presidente  o Marcelo Carvalho e como superintendente a Bety Tichauer. Trabalhar com eles e os demais líderes deste movimento no Brasil já é o primeiro benefício.

Captura de Tela 2019-09-11 às 23.52.35.png

Os encontros e as interações com pessoas que tem valores parecidos com os seus é um privilégio. Na reunião, discutimos estratégias, trocamos ideias, trabalhamos em equipe e formulamos soluções para os problemas de nosso negócio social. A JA não é uma empresa, mas a gestão tem que ser feita como tal e todas as vezes que nos deparamos com desafios, aprendemos muito. Assim, apresento a você mais uma vantagem.

Atualmente, nós impactamos algo em torno de 350 mil jovens no Brasil, mas nossa ambição é quase triplicar este número e ter 1 milhão de jovens por ano passando por nossos programas. Seremos milionários sociais! Mudar a vida de milhões de pessoas e dar a ela a chance de sonhar. Quer maior benefício que este?

Fico por aqui por hoje, mas se quiser saber mais, deixa sua pergunta nos comentários.